POLÍCIA

Polícia prende traficantes que planejam realizar ataque a facção rival em Iranduba

A ação “Pronta Resposta”, da Secretaria de Segurança Pública (SSP- AM), prendeu nesta quinta-feira (08/07) quatro traficantes membros de uma organização criminosa que planejavam atacar rivais de outra facção do tráfico de drogas em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). Policiais militares da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) integraram a diligência, que terminou com seis armas de fogo e diversas munições apreendidas.

É a segunda vez, nesta semana, que a ação “Pronta Resposta” efetua prisões em Iranduba. Na terça-feira, dois homens que cometiam roubos na vila de Paricatuba foram presos. A ação de hoje aconteceu no ramal Cristo Rei, na zona rural do município, após denúncias da população através do telefone 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

Assim que as equipes chegaram na comunidade, por volta das 16h30, identificaram a presença dos suspeitos. Ao perceberem a chegada da polícia, os criminosos começaram a atirar enquanto fugiam para uma área de mata. As equipes policiais conseguiram realizar a prisão de Sérgio de Lira Medeiros, 37, e Vitor Brasil de Almeida Matos, 25. Duas mulheres que integravam o bando também foram detidas.

PUBLICIDADE

Segundo o relatório de ocorrência policial, Sérgio, conhecido como  “mano S”, era o líder de uma das facções no município. Ele confessou aos policiais que estava preparando um ataque a facção rival para ampliar o domínio da venda de entorpecentes na cidade.

Com o grupo, os policiais localizaram três espingardas, uma pistola calibre 40, uma submetralhadora caseira 9mm e uma escopeta de fabricação caseira. Mais de 100 munições de diversos calibres foram pegas.

PUBLICIDADE

O disque-denúncia 181 funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana, em todo o estado. As ligações são gratuitas e sigilosas.

Outra forma de repassar informações é por meio do site da SSP, no www.ssp.am.gov.br. No serviço de mensagem, o cidadão deve relatar o nome da rua, bairro e número do local onde ocorreu o crime. Se possível, fornecendo nome ou apelido de pessoas suspeitas de atividades criminosas. Pode ainda adicionar fotografias e vídeos na denúncia, que também é sigilosa.

Para acionamentos emergenciais da polícia, a população deve ligar para o 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.